Mudança no sistema de boletos gera impactos na gestão escolar

No início de 2016, a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) anunciou modificações importantes no sistema de geração de boletos. Basicamente, a federação informou a extinção do boleto sem registro a partir de 2017.

Segundo a Febraban, o fim do boleto sem registro visa garantir mais transparência para as operações de pagamento. Contudo, essa mudança causará impactos diretos à rotina de gestão escolar, mais especificamente à gestão financeira das instituições de ensino, pois acarretará tarifas mais altas e mais burocracia para o processo de emissão de boletos de pagamentos.

Com a nova regra, os boletos deverão ser registrados no banco, e a instituição poderá cobrar taxas extras para operações de registro, cancelamentos ou alterações de boleto que sejam necessárias. Outro impacto é que os cancelamentos e as modificações nos boletos só poderão ser realizados mediante mecanismos de comunicação com a instituição financeira.

O que as escolas podem esperar dessa mudança?

O fim da cobrança de boleto sem registro vai influenciar a gestão financeira de muitas instituições de ensino porque deve impor o aumento do custo operacional e uma certa dificuldade para alterações nas cobranças. Em contrapartida, o sistema deve facilitar o rastreamento dos pagamentos efetuados.

Neste novo cenário, para ter controle sobre a geração de boletos de pagamentos para os clientes, será muito importante contar com o suporte de um sistema de gestão financeira.

Com um software especializado, as instituições de ensino serão capazes de gerar os boletos de cobrança com registro, dando agilidade aos procedimentos burocráticos financeiros. Os dados, quando informatizados em um programa eficiente, oferecem ao setor financeiro mais controle sobre os pagamentos, atrasos, cobranças de juros, baixas e conciliações, tornando o processo rápido e eficiente.

Em janeiro/2017, a Febraban emitiu novo comunicado alterando os prazos para implantação do projeto. Confira o artigo com informações mais atualizadas “O que você precisa saber sobre o fim do boleto sem registro para escolas.

Informações importantes

A Febraban já está preparada para disponibilizar o novo sistema para cobrança bancária dos boletos de pagamento. A Nova Plataforma de Cobrança pretende oferecer aos clientes um aumento da segurança, evitando o envio de boletos não autorizados, além de dar celeridade aos procedimentos que utilizam boleto.

De acordo com o calendário de atividades da federação para este projeto, todas as etapas já foram concluídas e a previsão para o pleno funcionamento do novo sistema de boletos é o mês de março. Uma alteração importante é que a rede bancária não vai mais aceitar boletos sem CPF ou CNPJ do pagador. Além disso, os consumidores poderão pagar boletos vencidos em qualquer banco ou correspondente bancário.

Comece agora mesmo a atualizar a gestão financeira da sua instituição de ensino com o suporte de um software 100% preparado para cumprir com as novas regras de geração de boletos de pagamento.

Entre em contato com a AIX Sistemas e conheça nossas soluções tecnológicas. Com o nosso módulo de Gestão de Recebimentos, sua instituição terá acesso a relatórios e consultas necessárias para o bom andamento da gestão financeira.

eBook - 13 Recursos indisponíveis em um Software de Gestão Escolar

Veja também

0 respostas

Deixe uma resposta

Participe da discussão
Fique à vontade para contribuir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *